Não invente de emagrecer seu gato reduzindo de repente a ração ou com medidas extremas sem orientação veterinária adequada! Ele pode desenvolver doenças como consequência! Não é pra você depositar no seu gato suas expectativas de ‘saúde’ física, ok? Aparência esbelta não é sinônimo de saúde! De preferência procure um especialista em medicina felina para redução de peso saudável. E saúde não é sinônimo de um numero na balança igual para todes. Casos devem ser avaliados individualmente.

Gatos revelam muito quando mudam seu comportamento e passam a se isolar mais ou comer menos.

Obesidade é classificada como doença. Todo mundo sabe da maior tendência a diabetes e outras doenças endócrinas, resistência a insulina, blablabla Whiskas sachê.

Bom, acho que a grande questão é:

O que seu gato come?

Tem muuuita coisa que gatos não podem comer. São alimentos TÓXICOS, que para nós são inofensivos. Por isso, caso queira dar uma alimentação exclusivamente caseira, procure orientação especializada para que ele não sofra com carência de nutrientes.

Há uma doença cardíaca que era comum em gatos quando eles não eram alimentados com rações balanceadas, por deficiência de taurina.

Alguns defeitos ósseos também aconteciam devido a distúrbio endócrino causado pela má alimentação.

Nutrição adequada é essencial para a saúde do seu gato e não é algo com o qual podemos ‘brincar’ de mudar sem orientação. Nem mesmo uma troca de ração abrupta, ela pode causar um período de diarreia e outros problemas gastrointestinais.

Natureza x selva do apartamento dos humanos

Na natureza eles comem passarinhos, pequenos roedores, insetos. Não comem lasanha como Garfield. Muito carboidrato pra gato é totalmente anti natural, devemos evitar os carboidratos. Deem o máximo de proteínas e alimentos úmidos possíveis. Um exemplo é o frango cozido sem NENHUM tempero. Porque?

Bom, na natureza eles comeriam carnes, ossos, pelos ou penas, órgãos e SANGUE. Sim, eles ingeriam liquido quando caçavam, mas com a ração seca não mais né? Os gatinhos são descendentes de um felino que vivia no deserto, portanto, temos que estimular o consumo de água, pois eles naturalmente bebem pouca água, porém agora eles não bebem sangue. Temos que compensar essa menor ingestão de liquidos de alguma forma. Pode colocar fonte em casa, vários potes de água e/ou alimentos úmidos.

Alimentos úmidos são mais gordurosos!?

NÃO. Eles só tem maior percentual de água, mas são alimentos completos e equilibrados. Pode alimentar só com ração úmida? Sim, porém isso tem um custo alto que a maior parte das pessoas não consegue pagar.

Vou dar mais água como?

Fontes, gelo na água, recipiente de material que mantenha água fresca por mais tempo e a sombra, ‘sorvete de sachê’ para dias quentes. NÃO DEIXE SUA TORNEIRA ABERTA. O planeta agradece. Outra dica é: água longe do pote de comida e ambos distantes do banheiro.

Gatos não costumavam beber água perto do local onde havia um animal morto, pela grande chance dessa água estar contaminada e afetar sua saúde. O instinto se manteve preservado até hoje e por isso o potes de água devem ficar distantes dos de alimento.

Como não temos como explicar pra eles que a água está segura, nós é que devemos nos adaptar aos hábitos dos bigodudos.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *